terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Peço desculpa


Este pequeno texto é dedicado a alguém que eu magoei muito e que apesar de tudo eu não queria perder...

Desculpa, madrinha... Sei que não resolve grande coisa e que não é isso que vai apagar as merdas que fiz, mas neste momento apenas posso pedir desculpa. 
Desculpa por te ter desiludido! Desculpa por não ser a afilhada que tu merecias! Desculpa se te magoei! Desculpa todas as merdas que fiz! Desculpa se não fui quem esperavas que eu fosse! Desculpa... Apenas desculpa por eu ser uma merda e por só saber magoar as pessoas que mais amo neste mundo!
Quando cá cheguei foste a pessoa que mais me apoiou, obrigada por isso! Quando quis desistir da praxe, foste aquela que me impediu de cometer esse grande erro, obrigada! Quando cheguei ao meu limite e quis desistir do curso, foste aquela que mais me falou e disse que tudo se ia resolver, obrigada! Se estou onde estou, madrinha, a ti o devo! Se não desisti, a ti o devo! Obrigada por tudo o que fizeste por mim! Obrigada por todas as palavras! Obrigada por todos os momentos que me proporcionaste em tão pouco tempo! Obrigada por nunca teres desistido de mim!
Sei que posso não mostra-lo, mas és a melhor madrinha que eu algum dia podia ter pedido e não te trocava por nada! Tenho um orgulho imenso em ser tua afilhada! Desculpa se por vezes não me mostro agradecida como deveria de mostrar... Ainda tenho esperança que esta seja só uma fase má e que dentro de pouco tempo a nossa amizade volte ao que era ou que se torne ainda mais forte! Eu não te quero perder. Nem sempre o digo e definitivamente nem sempre o mostro, infelizmente, mas és a pessoa mais importante para mim nesta cidade! Infelizmente não mostro o valor que te dou, mas apenas não sei como o fazer.
Tenho uma vontade enorme de te mandar milhentas mensagens até que tudo se resolva... Mas pediste-me tempo e eu respeito isso. Apenas não consigo parar de pensar no quanto te magoei... Desculpa se fui uma estúpida e não percebi a merda de afilhada que estava a ser! 
Madrinha, obrigada por seres quem és e desculpa ser uma desilusão de afilhada!

Sem comentários:

Enviar um comentário