terça-feira, 23 de maio de 2017

#30


Sometimes I just start thinking how it would be if you were in love with me like I'm with you.... I know that's almost impossible but I still keep that little hope... I don't know... I want to keep in mind that you will never look at me but I just can't control this feeling and this thoughts.... I know where my place is, I'm in the friend zone, and I don't want to "break" our friendship, I don't want you to go away just because I have this stupid feeling inside me so I'm just keeping my place and trying to forget you...

terça-feira, 14 de março de 2017

In love


Gostava de poder ter esperanças. Gostava de poder dizer que um dia talvez me olhasses da mesma maneira que eu te olho. Gostava de gostar de ti como gostava no início do ano. Gostava que fosse só crush. Gostava de poder estalar os dedos e ver-te como um simples amigo. Gostava de não sentir isto.
Estou apaixonada pelo teu ser. Estou apaixonada pela tua barba. Estou apaixonada pelo teu olhar. Pelo teu cheiro. Estou apaixonada por ti! És especial. És das melhores pessoas que já conheci até hoje e não digo isto por estar apaixonada, mas sim porque é a realidade! És o meu ursinho fofo.
És daquelas pessoas com quem não tenho problemas em falar do quer que seja. És daqueles que se eu precisar sei que vais lá estar. És aquela pessoa que se eu abraçar tu retribuis. És aquela pessoa que demora eternidades a responder ás mensagens mas quando respondes é um querido. És o mais querido, mas sei que não tem nada relacionado comigo, é apenas a tua maneira de ser. És alguém em quem eu sei que posso confiar. És aquele que está sempre na boa, mesmo quando não deveria estar. 
Queria poder ter esperanças, mas sei que se as tiver vou acabar por sofrer. A probabilidade de olhares para mim como eu olho para ti é praticamente nula. Por isso prefiro permanecer assim. Aproximar-me mais de ti sim... Mas apenas como amigos. Não quero pensar em "ses". Não quero ser positiva. Prefiro ser negativa. Pois assim sei que não sofro tanto e que não estrago a nossa amizade. 
Amo-te mas sei que não vai passar disto mesmo. E prefiro assim. Ao menos uma certeza posso ter: a tua amizade é garantida!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Peço desculpa


Este pequeno texto é dedicado a alguém que eu magoei muito e que apesar de tudo eu não queria perder...

Desculpa, madrinha... Sei que não resolve grande coisa e que não é isso que vai apagar as merdas que fiz, mas neste momento apenas posso pedir desculpa. 
Desculpa por te ter desiludido! Desculpa por não ser a afilhada que tu merecias! Desculpa se te magoei! Desculpa todas as merdas que fiz! Desculpa se não fui quem esperavas que eu fosse! Desculpa... Apenas desculpa por eu ser uma merda e por só saber magoar as pessoas que mais amo neste mundo!
Quando cá cheguei foste a pessoa que mais me apoiou, obrigada por isso! Quando quis desistir da praxe, foste aquela que me impediu de cometer esse grande erro, obrigada! Quando cheguei ao meu limite e quis desistir do curso, foste aquela que mais me falou e disse que tudo se ia resolver, obrigada! Se estou onde estou, madrinha, a ti o devo! Se não desisti, a ti o devo! Obrigada por tudo o que fizeste por mim! Obrigada por todas as palavras! Obrigada por todos os momentos que me proporcionaste em tão pouco tempo! Obrigada por nunca teres desistido de mim!
Sei que posso não mostra-lo, mas és a melhor madrinha que eu algum dia podia ter pedido e não te trocava por nada! Tenho um orgulho imenso em ser tua afilhada! Desculpa se por vezes não me mostro agradecida como deveria de mostrar... Ainda tenho esperança que esta seja só uma fase má e que dentro de pouco tempo a nossa amizade volte ao que era ou que se torne ainda mais forte! Eu não te quero perder. Nem sempre o digo e definitivamente nem sempre o mostro, infelizmente, mas és a pessoa mais importante para mim nesta cidade! Infelizmente não mostro o valor que te dou, mas apenas não sei como o fazer.
Tenho uma vontade enorme de te mandar milhentas mensagens até que tudo se resolva... Mas pediste-me tempo e eu respeito isso. Apenas não consigo parar de pensar no quanto te magoei... Desculpa se fui uma estúpida e não percebi a merda de afilhada que estava a ser! 
Madrinha, obrigada por seres quem és e desculpa ser uma desilusão de afilhada!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Alguém vai gostar de ti


Alguém vai gostar de ti exatamente do jeito que tu és. Com os teus defeitos e qualidades. Alguém vai desejar estar contigo o tempo inteiro, vai fazer de tudo para garantir os teus sorrisos. Alguém vai cuidar de ti e fazer qualquer coisa para te proteger. Alguém vai sentir frio na barriga antes de te encontrar, vai ficar com os nervos à flor da pele quando tu demorares para responder uma mensagem. Alguém vai fazer questão de te levar e te buscar. Vai convidar-te para um jantar no meio da semana ou um almoço de família no domingo. Alguém vai sentir orgulho de ti e comemorar junto contigo as tuas vitórias. Alguém vai dar a vida por ti, se necessário for. Não vai hesitar em fazer-te feliz, porque acima de qualquer crise, és só tu que esse alguém vai querer.

Esse alguém vai descobrir os teus pontos fracos e ganhar-te por simplesmente existir. Alguém vai chegar como quem não quer nada e conquistar-te. Alguém, sem esforços, vai roubar o teu coração e dominar os teus sentidos. Vai-te fazer acreditar mesmo quando tu perderes as esperanças. Alguém vai aparecer para te fazer acreditar no amor e mostrar-te o que é sentir-se amado. Alguém te vai fazer apaixonar cada dia mais e provar-te que é possível manter a chama da paixão acesa. Alguém te vai proporcionar o melhor sexo que tu já tiveste, um beijo completamente viciante. Alguém vai querer arrancar toda a tua roupa em fração de segundos e deixar-te com a cabeça confusa, mas por outro lado, vai dar-te todas as certezas que tu tanto procuras.

Alguém vai gostar de ti exatamente do jeito que tu és. Vai levar-te para lugares onde tu nunca imaginaste estar, vai ser leal aos planos. Alguém te vai fazer perder o sono e todo o teu juízo. Alguém se vai tornar a razão da tua insónia, a justificação da tua saudade. Alguém te vai fazer acordar e dormir leve, vai despertar o melhor que existe em ti. Alguém te vai priorizar e construir um plano ao teu lado. Alguém vai desejar compartilhar os sonhos e realizá-los contigo. Alguém que fique, quando todo mundo vai embora. Que reconheça os erros e saiba pedir desculpas. Alguém que tenha medo de te perder e com toda essa insegurança, vai-te fazer duvidar sobre a tua sorte em ter encontrado alguém assim. Alguém que valha mais do que um bilhete premiado na loteria. Que te faça sorrir na maior parte do tempo. Alguém que vai ser o teu braço direito e o teu apoio, quando te sentires frágil ou impotente. Alguém que não vai soltar a tua mão e vai mostrar-te na prática que, quem quer, simplesmente faz acontecer.

Alguém vai gostar de ti exatamente do jeito que tu és. Vai aprender a lidar com as diferenças e não te vai julgar quando elas berrarem no seu ouvido. Alguém que te vai respeitar. Alguém que surpreenda as tuas crenças e te faça sentir alegre em cada amanhecer. Alguém que tu vais questionar o porquê de ter demorado tanto tempo para aparecer. Alguém que fale menos, e faça sempre mais. Alguém que não se importe em ficar sábado à noite em casa contigo. Alguém que te vai fazer admitir que a felicidade, sim, ela existe. E que depois de conhecê-la, tu nunca mais vais abrir mão dela.

Não te preocupes, apenas espera o momento certo e arrisca. Não te acomode na mesmice, não re envolvas quando souberes desde o princípio que a pessoa não tem vocação para prospectar um relacionamento de acordo com o que tu queres. Errar é humano, persistir nele é ignorância. Tem em mente que o mundo é enorme, e que o universo está em constantes movimentos, que existem milhões de corações pulsantes no planeta terra. Ou seja, tudo com calma se ajeita. É uma mistura de merecimento, destino e escolhas bem feitas.

E quando esse alguém chegar, tu vais compreender que o amor está na simplicidade. Não está na insignificância, na grosseria ou na falta de interesse. O amor não é sinónimo de cobranças, possessividade ou egoísmo. O amor é recíproco, de graça e, ainda assim, tem um valor único. O amor não é isso que dizem por aí, ele está muito acima da frieza de quem não sabe o que quer.

O problema é que acabamos por nos apaixonar por uma determinada pessoa e não queremos trocá-la por nenhuma outra. Mesmo sabendo que quem não é presente, não tem a menor chance de se tornar futuro.

E, nesse momento, os valores invertem-se…

Tu chora e o outro aproveita-se, por ter tudo sem precisar de oferecer nada.

Deixa alguém gostar, verdadeiramente, de ti!


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Como ter um amigo estúpido

Muitas pessoas discriminam as pessoas fora do normal. Aquelas que mesmo independente do seu estado estão la para apoiar sobre qualquer circunstância. Aquelas que as pessoas designadas "normais" recusam conhecer porque se distinguem de qualquer outra. Nunca ninguém as percebe, porque estão sempre no seu mundo. Aquele mundo em que ninguém lhes fode o juízo. E assim, desta forma conseguem levar a vida pondo os problemas para trás. Apenas as pessoas atentas, como eu, que perdem algum tempo a tentar conhecer aquela espécie, se questionam algumas vezes com  perguntas tipo "Como é que ele não tem problemas na vida?". Não é fácil conhecer esse tipo de pessoas, e eu, conheço uma. Essa pessoa é especial, nunca percebi em que motivo, mas o que posso dizer é que é melhor não "conhecer" essa pessoa.
Com a relação que tenho com essa pessoa, prefiro não abusar da privacidade da mente dele. Não quero entender como é que ele faz isso, apenas me sinto bastante confortável quando preciso de ouvir "merda", sim, "merda", porque da boca dele só sai disso. Mas apesar de tudo, sinto que é uma pessoa em quem posso confiar, porque sempre que eu preciso ele está lá para dar um ombro amigo.
Mas sim, é a minha relação com uma pessoa que não vive neste mundo. E não quero saber onde ele vive, ou melhor, onde a mente dele vive. Sinto-me confortável tendo uma pessoa destas a albergar-me sempre que preciso. Nunca me recusou tempo de conversa, porque muitas vezes é o que preciso.
Para despedir apenas vos quero desejar, caros leitores, que conheçam pessoas deste tipo, porque sem vocês estarem a espera, essa pessoa mudará a vossa vida.



Sem mais assuntos, só quero dizer que vos adoro e que se quiserem este meu amigo participará mais vezes comigo. Kiss nas nalgas.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

3 Anos

Olá oláá! Como estão? Muitas saudades? Pois bem eu tinha, tinha saudades de escrever aqui, aliás tinha saudades de escrever em qualquer sitio, não tenho feito mais nada para além de estudar, ando mega cansada e com o sono todo trocado... Vida de universitário é bem fodida! 
Mas whatever, hoje trago-vos um textinho que escrevi, já que fez esta semana, dia 24, 3 anos que não toco numa lâmina.

3 anos... Quem diria que seria capaz ver-me livre daquele horrível vicio. Hoje olho as cicatrizes no meu corpo e lembro-me da história de cada uma delas, lembro de cada motivo. Mas... Qual o verdadeiro significado destas marcas? Hoje, olho para elas e lembro-me de tudo o que passei, tudo o que sofri, lembro de todos os complexos que tinha com o meu corpo, lembro-me do bullying, lembro-me de "amigos". Olho para elas e noto nelas o quanto cresci, o quanto mudei. Não sou mais a mesma pessoa. 3 Anos depois concluo que foi isto tudo, foram todas estas batalhas que me fizeram. Foram estas tristes histórias que me fortaleceram. Se voltasse atrás? Para ser sincera, não mudava nada! Sou quem sou graças a tudo o que passei, sou quem sou devido a todas as merdas que me fizeram e que fiz! 
Não sou mais aquela menina que tem medo de falar. Não sou mais aquela menina que se rebaixava só para não perder uma "amiga". Não sou mais aquela menina que carregava um sorriso completamente falso dia após dia. Hoje, sou uma Mulher. Sou uma mulher de armas. Que enfrenta qualquer um que lhe queira mal para ser feliz. 
Não tenho mais medo de dizer "Esta sou eu!". Não tenho mais medo de mostrar quem sou. Não tenho mais medo de contar a minha história. Nunca pensei que pudesse ser tão feliz! Estou num curso que amo. Conheci pessoas maravilhosas. Pela primeira vez na vida chego a uma escola onde sinto que há pessoas que gostam verdadeiramente de mim. Passei pelas praxes. Andava muito cansada, é verdade. Mas as praxes ajudaram-me imenso na integração. As praxes ajudaram-me a perder o medo de mostrar o meu verdadeiro eu. Hoje, mostro parte do meu eu mais obscuro sem medo. Sei que ninguém me vai olhar de lado e pensar mal de mim. Mas também, se pensarem, não é problema meu.
Vivi de perto a verdadeira crueldade das pessoas. E magoei-me por causa disso. Não me orgulho das cicatrizes, mas também não me envergonho delas. No meu corpo está marcada a minha história. Como disse, em cada cicatriz está uma batalha. Em cada cicatriz há uma história escondida. Que só eu conheço, mais ninguém! Quando, 3 anos depois de tudo o que passei, oiço pessoas a dizer que me adoram, que sou das melhores pessoas que conheceram e dizem ainda que sou "uma miúda maravilhosa e sempre alegre.", sinto que não podia pedir mais nada. Tudo o que mais desejei ao longo de todos estes anos foi que me dissessem isto mas que o sentissem verdadeiramente. E hoje tenho a certeza que quando me dizem estas palavras que é sincero.
Foram 3 anos de muitos altos e baixos. Mas hoje sou alguém de quem me orgulho ser. E é só isto que importa. Nada mais interessa. E, apesar de tudo, digo: obrigada vida por tudo o que me fizeste passar, pois sem essas batalhas eu nunca seria a pessoa que sou hoje!