quarta-feira, 29 de junho de 2016

➳ 7 weeks 7 series

No primeiro ➳ 7 weeks 7... vou falar sobre as séries que mais gosto  e fazer um pequeno apanhado sobre o que cada uma delas trata.


1. Supernatural
A melhor série é sem dúvida Supernatural! O genérico da série é o clássico Carry On My Wayward Son dos Kansas, que quando toca é capaz de causar arrepios a um verdadeiro Hunter.
Supernatural retrata a história de dois irmãos, Sam e Dean Winchester, que viajam pelos USA num Impala 67 preto enquanto resolvem casos de calibre sobrenatural e caçam as mais diversas criaturas como fantasmas, demónios, vampiros, etc etc. Ao longo da série contamos com vários elementos com origem em lendas urbanas, crenças comuns e mitologia antiga. Cada season trata um tema diferente o que faz com que Supernatural não perca o interesse. (Ah e óbvio que o facto de os rapazes serem bem giros também ajuda néé). E é claro que não podemos falar se Supernatural sem mencionar o seu lema "Saving people, hunting things, the family business"

 
2. True Blood
True Blood, para mim, já foi a minha favorita de todas, confesso que a última season da série estragou um pouco toda a sua perfeição, mas não é por isso que deixei de ser uma Trubbie. A música do genérico é Bad Things de Jave Everett.
O universo ficcional retratado em True Blood baseia-se no facto de que os vampiros (e outras criaturas sobrenaturais) estarem a viver entre nós, sem o conhecimento da maioria dos seres humanos, até dois anos antes do premier série, quando a criação de sangue sintético ("True Blood") por cientistas japoneses permitiu aos vampiros saírem do caixão e revelarem a sua existência para o mundo na base de que eles não precisam mais de se alimentar dos humanos para sobreviver. Ao longo da série, podemos ver também outros seres sobrenaturais, entre eles metamorfos, lobisomens, fadas, bruxas e uma "maenad" (não sei traduzir xD).


3. Pretty Little Liars
A minha terceira série é Pretty Little Liars, onde  Spencer, Aria, Hanna e Emily recebem ameaças de alguém prestes a desvendar todos os seus segredos. Tudo começa quando Alison, a "chefe" do seu grupo de melhores amigas, desapareceu sem deixar rasto. Alison fez-lhes acreditar que os seus segredos as uniriam, mas o que acontece é o contrário. Em Rosewood todos parecem esconder algo. Com o mistério em torno do desaparecimento de Alison, Aria muda-se e, depois de um ano, retorna à cidade. A partir desse dia, quando estão todas “juntas” novamente, as raparigas começam a receber mensagens de “A.”, contendo coisas que apenas Alison sabia, o que as faz pensar que esta ainda estaria viva, além de várias ofensas. No inicio ficamos confusos sobre o facto de poder ou não ser Allison, mas, com o decorrer da série, são-nos apresentados vários suspeitos. É este mistério todo que ronda as 4 amigas que faz com que fiquemos agarrados à serie, pois queremos sempre saber mais e principalmente queremos descobrir quem é "A.".


4. How To Get Away With Murderer
How to get away with murder é uma série dramática e cheia de suspense, muito suspense e mistério.
Inicialmente, quem nos guia é Wes Gibbins, um aluno que chega à universidade um pouco perdido, mas que acaba por ser um dos escolhidos de Annalise. Cada episódio foca um determinado cliente que Annalise, e o seu grupo de alunos, Wes, Asher, Connor, Michaela e Laurel, e os seus sócios precisam de arranjar uma maneira de inocentar. Entretanto, o grupo de alunos, com exceção de Asher, (e, mais tarde, a própria professora) acaba envolvido num caso de assassinato, que vai sendo explicado com o decorrer de cada episódio, precisando de provar a própria inocência. Nesse momento de tensão, as diferenças e semelhanças dentro do grupo ficam ainda mais evidentes.
O que nos faz viciar em How to get away with murderer é a forma de como o peso de um crime hediondo impacta na vida de cada um deles, mudando as suas maneiras de pensar e agir, acabando por criar, assim, entre eles uma ligação inevitável.


5. Ravenswood
É um spin-off de Pretty Little Liars, com apenas uma temporada, que foi criada com o intuito de nos explicar o porquê de Caleb ter ficado em Ravenswood, uma cidade ao lado de Rosewood, que acaba por dar nome à série.
Tudo começa quando Hanna pede ao seu namorado, Caleb, para ficar em Ravenswood para ajudar Miranda, uma rapariga que perdeu os pais muito pequena e que, pela primeira vez, verá um tio desde o enterro dos seus pais. a desvendar os mistérios que a envolve a ela e também ele. Ao passarem por um cemitério Caleb e Miranda vêem lápides com os seus nomes e com fotos de pessoas parecidas com eles, mas ao que parece de uma década diferente. Eles não imaginam o que vão passar nesta misteriosa e muito sinistra cidade. E terão que ter cuidado com sua vida, dado que essa cidade tem uma maldição muito antiga que afetará e envolverá Caleb, Miranda e mais três adolescentes que iremos conhecer no decorrer da série.
Ravenswood é uma série que nos envolve de forma quase automática com os seus mistérios, e torna cada episódio especial, pois deixa-nos curiosos quanto ao destino dos adolescentes, que terão que lidar com forças sobrenaturais dessa curiosa maldição.


6. American Horror Story
AHS é daquelas séries que depende muito do tipo de season para se gostar. Não vou fazer propriamente um apanhado da série completa, pois cada season trata um novo tema, vou, portanto, dizer algo sobre as duas seasons que mais gostei, Asylum e Hotel.
Asylum tem como tema a saúde mental. Maior parte das cenas passam-se numa instituição mental que é controlada pela freira Jude e pela Irmã Mary Eunice... Chama-se Briarcliff e foi fundado por Timothy. A jornalista Lana queria entrevistar todos e acaba por ser internada também, em seguida junta-se a Kit e tentam escapar juntos. E é óbvio que que não se fala desta temporada sem falar da música "Dominic Nic Nic" que, apesar de ser extremamente irritante, fica no ouvido.
Hotel foi construído por James March (um serial killer que justifica os seus assassinatos com os Dez Mandamentos), na década de 1920. O hotel está cheio de passagens macabras cheias de câmaras de tortura onde ele matava os clientes. Na atualidade o hotel é gerido pela Condessa que que se alimenta de sangue junto com seu amante Donovan com a ajuda dos funcionários Iris, mãe de Donovan, e Liz Taylor. O hotel também tem o poder de prender a alma das pessoas que lá morreram, como é o caso da viciada Sally. É claro que não nos podemos esquecer do policia John Lowe, que tem um papel importantíssimo nesta season (e se quiserem saber o porquê terão que ver a temporada xD). O meu personagem favorito foi sem dúvida a Liz!
 

7. Teen Wolf
Teen Wolf, para ser sincera, para mim só começou a tornar-se assim mesmo interessante a partir da 3ª season, opah não me perguntem porquê, apenas achei as duas primeiras temporadas um bocado "sem sal".
Continuando, esta séria começa por retratar a vida de Scott, um jovem que foi mordido por um lobisomem, Dereck Hale, e com isto tem que lidar, com a ajuda do seu amigo Stiles, com todas as transformações derivadas da mordida. Depois, temos ao longo das temporadas, a entrada e saída de novos personagens, o que torna a série mais interessante. Ao longo da série ficamos a conhecer várias criaturas sobrenaturais e os seus poderes, desde lobisomens, passando por uma banshee, até aos dread doctors (que fazem parte do tema central da season 5).

sábado, 25 de junho de 2016

➳ 7 weeks 7...

Lembram-se de vos ter falado que estava a preparar uma rubrica de modo a que o blog não estivesse tão parado durante o verão?

Pois bem, a partir desta semana, todas as quartas-feiras, durante 7 semana, irá sair um novo post com o nome ➳ 7 weeks 7..., onde as "..." serão substituídas pelo tema da semana.
Basicamente os temas que irei abordar nestes posts serão os meus favoritos, tudo aquilo que mais gosto de ver, fazer, ouvir, vestir, etc etc...

O tema de cada post será surpresa a cada semana, ou seja, se quiserem saber quais os meu favoritos da semana terão que abrir o blog e ler. xD

♥ One of my passions - Tumblr


Uma das coisas que mais amo é a arte da fotografia, daí adorar navegar pelo tumblr, as imagens são tão perfeitas. ♥ 
Este é o meu tumblr, por causa da escola e dos exames já fazia algum tempo que não o atualizava... Mas sempre que tenho um bocadinho não perco a oportunidade de lá ir espreitar e reblogar alguma imagem. 
Já devem ter reparado que muitas das imagens que utilizo no blog são retiradas do tumblr, ora isso deve-se ao que já disse, as imagens são perfeitas!! Não interessa o que esteja a pesquisar, antes de tentar o google, vou sempre primeiro ao tumblr, pois é lá que encontro as melhores imagens.

Se me quiserem seguir no tumblr, já sabem :) http://t-h-e-m-o-o-n-g-i-r-l.tumblr.com/

sexta-feira, 24 de junho de 2016

#28


Admito que Wanted Dead or Alive é a música que menos gosto deles, mas desde que ouvi o "cover" dos Winchester passou a soar de outra forma ahahahhah

Exams

Oi oi, sei que tenho andado muito ausente, demasiado até, mas é apenas porque não conseguia mesmo preparar nada para postar no blog. Porquê? Exames e mais exames, as ultimas semanas tem sido só estudar, não tenho feito quase mais nada. 
Mas whatever, ontem fiz o meu ultimo exame (I hope), Matemática A, o que lixa a vida a muita gente. Correu-me mal, mas já estive a fazer as contas e acho que me safei, mesmo assim sei que convém continuar a estudar, pelo menos até saírem as notas, pois como elas só saem 2 semanas antes da 2ª fase dos exames, torna-se complicado depois estudar só aquele tempinho. Mas pronto, acho que já vou estar mais livre, afinal se tiver que ir à 2ª fase, já é só um exame que tenho para fazer.
Entretanto vou tentar começar a postar mais frequentemente, quero preparar uns posts para publicar semanalmente, tipo uma rubrica, de modo a que o blog nunca esteja tanto tempo sem publicações.
Enfim, acho que é isto, queria apenas pedir desculpa por não estar a dar muita atenção ao blog e justificar um pouco esta minha ausência, apesar de que acho que vocês sabem que estou em época de exames e devem saber como é.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Somos todos crianças

Quando era pequenina o Dia da Criança era um dia de festa, esperava ansiosa para que chegasse, era o meu dia! Hoje, não que já seja muito crescida, não que ainda seja assim, apenas não sou mais aquela menina ingénua e inocente, mas, apesar disso, não deixei de ser criança.
Sim, porque no dia em que deixarmos de ser crianças é porque morremos... No dia em que deixarmos de ser crianças, deixamos também de ser felizes. 
Não temos mais aquela inocência no olhar... Não temos mais aquela ingenuidade... Mas continuamos a viver! Para isso, é essencial que o espírito aventureiro da infância permaneça em nós, para continuarmos a ser felizes, temos que continuar a ter aquela criança dentro de nós e por muito escondida que ela esteja, um dia iremos deixá-la sair cá para fora!