domingo, 22 de maio de 2016

Somos o que Somos


Muitas vezes perguntamos-nos o que podemos fazer para agradar aos outros, eis uma resposta bem simples: NADA!
Nada do que tu faças vai ser suficientemente bom para que toda a gente fique contente. Nada do que faças é suficientemente grande para que consigas atingir todas as expectativas que tens ao teu redor. Todos esperam tudo de ti, mas ninguém é capaz de parar um minuto e perguntar se precisas de ajuda para que consigas agradar a meio mundo.
Podes ser a melhor pessoa do mundo e ninguém te vai notar. Fazes tudo para agradar e verás que serás apenas mais uma pessoa no mundo. Agora... Experimenta expressar-te, tentar dar uma opinião diferente, cometer um mínimo erro que seja e verás que já serás considerada a pior pessoa à face da Terra! Não adianta de nada fingires ser outra pessoa quando, no fim, se mostras algo que não esteja de acordo com os padrões da sociedade, vais acabar por ser "a má da fita".
Sê tu própria, não representes a vida como se vivesses em cima de um palco só com o mero objetivo de agradar quem te rodeia. Faças o que fizeres vão sempre criticar. Por isso, vive a tua vida e ignora as críticas, quando estas são feitas com o mero interesse de te inferiorizar ou de te prejudicar.
Somos o que somos e nunca seremos capazes de agradar a meio mundo. Mas... Para quê agradar a meio mundo? Para quê fingir ser quem somos para depois não sermos felizes no interior? Não te serve de nada agradar a meio mundo se  quando caíres ou quando precisares não vais ter ninguém que se preocupe verdadeiramente contigo.
A sociedades é feita de padrões estabelecidos que querem que todos cumpramos. Mas, esquecem-se que é exatamente por sermos o que somos, que é por quebrarmos esses mesmos padrões, que o mundo poderá evoluir e chegar a algum lado!

sexta-feira, 13 de maio de 2016

O Olhar


Todos nós somos capazes de perceber quando algo não está bem através de uma simples troca de olhares ou, pelo menos, deveríamos ser capazes de o fazer... O olhar desempenha um papel importantíssimo nas nossas relações com as pessoas que se cruzam connosco.
O olhar é capaz de codificar até o mais profundo e obscuro dos sentimentos. O olhar mostra tudo o que o coração não mostra mas... Será que todos serão capazes de saber isso? Será mesmo que todos nós seremos capaz de manter no olhar aquilo que não temos coragem de dizer? Eu, acho que sim, afinal conseguimos controlar o que dizemos, mas não o que sentimos e daí não conseguirmos controlar o modo como olhamos em certas ocasiões.
Muitas coisas podem ser ditas no silêncio de um simples olhar ou de um desviar do mesmo. Não é que o valor das palavras seja menor, mas de que servem elas se, ao falar do que sentimos, não apresentamos um olhar sincero? Mais importante que comunicarmos através da voz é conversarmos através do olhar. Através dele exprimimos os mais profundos sentimentos.
Quando somos crianças o nosso olhar transparece inocência e ingenuidade. À medida que vamos crescendo começamos a notar no olhar diferentes emoções, talvez emoções que no passado teríamos conseguido falar delas, mas não agora. Agora... Agora tudo é diferente, tens um olhar diferente, olhas para as coisas como nunca olhaste, notamos no olhar de cada um um brilho diferente, já não é aquela inocência do passado, é algo mais.

Olhos
Vale tê-los
Se, de quando em quando
Somos cegos
E o que vemos
Não é o que olhamos,
Mas o que nosso olhar semeia no mais denso escuro.
- Mia Couto

segunda-feira, 9 de maio de 2016

A Guerra


A guerra existe desde sempre mas, atualmente, com a comunicação social, temos acesso a muito mais informação acerca das suas causas e do impacto que esta tem sobre o mundo.
De facto as causas da guerra já são conhecidas por todos. É a necessidade de dominar novos territórios e são ainda as diferenças culturais, políticas e religiosas. Temos o exemplo da 1ª Guerra Mundial cuja causa foi, sem dúvida nenhuma, a ânsia de poder por parte dos governantes de cada país que, quanto mais têm, mais querem. 
Assim, em sequência disto, provoca-se a destruição devastadora de territórios inteiros e a morte de milhares de pessoas inocentes, por causa de conflitos que não são os seus, causando, deste modo, o sofrimento de inúmeras famílias sem a menor culpa destas guerras. A dor, o medo e as inseguranças vividas diariamente impedem famílias inteiras de viver uma vida estável, pois, privadas de bens de primeira necessidade e de cuidados médicos e, muitas vezes, se não querem morrer, são obrigadas a fugir para outros países, aumentando, assim, o número de refugiados, que é o que acontece na Síria.
Em suma, apesar de todos os esforços feitos para se acabar com este terrível problema que é a guerra, poucos sinais de mudança observamos. Enquanto o valor comercial das armas usadas nesses conflitos for mais importante que os valores que defendem a Humanidade vai ser muito difícil encontrar a “Paz Mundial”.

Texto argumentativo que produzi, no âmbito da disciplina de Português, para o meu caderno de escrita, seguindo indicações que a minha stora nos deu. Em relação à imagem, escolhi esta, porque me sensibilizou o facto de observarmos uma criança "fardada" com uma rosa na mão provavelmente para deixar na sepultura onde faz continência, talvez, em homenagem ao seu pai que morreu em combate,

domingo, 1 de maio de 2016

#Especial Dia da Mãe


Primeiro que tudo quero pedir desculpa por andar tão ausente, mas as últimas semanas têm sido um tanto complicadas. Entretanto fez 1 ano que perdi o meu avô e esse dia então foi uma beca dificil, o que me valeu foram os meus amigos Verdadeiros que me animaram sempre! 
Mas whatever, hoje é um dia especial, hoje é Dia da Mãe!! E apesar de todas as adversidades que eu e a minha possamos ter, sei que ela está lá sempre, que faz qualquer coisa para me ver bem, independentemente das enormes discussões que tenhamos.
Eu amo-a com todos os seus defeitos! Ela é a melhor mãe que eu podia desejar, apesar da "superproteção" toda, sei que ela só faz isso para o meu bem, quer dizer ela pensa que é o melhor para mim, mesmo que por vezes isso me possa deixar fula por dentro, mas tenho a noção de que ela apenas não me quer ver magoada. Eu sou tudo para ela!
Não vos quero roubar muito tempo e, sinceramente, se me fosse aqui por a falar da minha mãe não haveriam palavras suficientes para descrever o quanto eu a amo e o quão agradecida estou por ser ela a minha MÃE!!
Amo-a mais que tudo na vida, por ela faço tudo!!