terça-feira, 29 de dezembro de 2015

SORRY!!!!

Olá a todos!!
Antes de mais nada quero pedir-vos imensa desculpa!! Passei o mês de Dezembro praticamente fora do blog, mas tenho andado numa onde de preguiça sabem? You know, as duas primeiras semanas foram os testes, depois quando os testes acabaram fiquei (automaticamente) de férias, sem vontade de fazer nada... Por isso, mais uma vez, peço desculpa!
Now... Novidades? Bem, a minha mãe foi ter com o meu pai á Suiça na ultima semana de aulas e eu fiquei com uns amigos nossos (you know, a D. I e o Sr. A), adorei a semana, foi a melhor semana de 2015! Tive dias bons e uns menos bons (memórias), mas acabei sempre por alegrar, eles são espetaculares e aquele dia em que estive mal, não descansaram enquanto não me puseram a rir. Depois quando regressei para minha casa (com os meus pais) custou-me um pouco adaptar-me ao ritmo aqui de casa, yah estranho, I know, mas a liberdade que tinha lá é completamente diferente da que tenho com os meus pais, e depois, ainda por cima, apesar de eu ter sido sempre eu própria com eles, pela primeira vez fui eu própria a 100%, o que também me faz sentir saudades daquela semana. Mas whatever, isto é assim um pequeno resumo, sem detalhes, do que fiz em Dezembro.
Para terminar, espero que tenham passado um excelente Natal, junto dos que mais amam, o meu foi divertido apesar da falta que o meu avô fez (e faz), nos dois dias estive com o A. o que acho que também ajudou a distrair-me, e que tenham recebido MUITAS prendas, mas lembrem-se o mais importante não são os bens materiais, mas sim as pessoas com quem estamos nesta época!
E, como não tenho a certeza se vou conseguir postar algo no blog no dia 31 quero aproveitar para vos desejar uma PDA maravilhosa, que se divirtam muito e que entrem no novo ano de 2016 com o pé direito!!!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Chorar


Chorar... Não me digam que é sinal de fraqueza. Não me digam que quem chora não é forte. Não me digam que chorar é para os desistentes. Não me digam que homem não chora. Se é para rebaixar fica calado! Se é para humilhar, esconde-te! Se é para maltratar, enterra-te!
Ás vezes, apesar de tudo, ainda choro, não por ser fraca, mas sim porque me emociono, choro porque me lembro de tudo pelo que passei e que, no fim de tudo, ainda aqui estou. Lembro-me da sorte que tenho em ser quem sou, em estar onde estou, nem todos têm essa sorte... Mas não me digam que sou fraca só porque choro. 
Quem não chora? Mesmo aquele homem que se diz incapaz de chorar deixa cair uma lágrima quando está sozinho. Não me digam que esse mesmo homem é menos "macho" só porque chorou. Chorar não é para as raparigas, chorar é para quem sente! É para quem sente saudade. É para quem ama. É para quem está magoado. É para quem se emociona. Chorar é para todos! Lá porque choras não quer dizer que és fraca, quer dizer que tens sentimentos, que és um Ser Humano!
Lembra-te, chorar faz bem à alma. Chorar alivia a dor que trazes dentro do coração. Por muito que neguem, todos nós choramos. Todos nós trazemos um sentimento cá dentro que nos faz lembrar o passado, que nos faz sentir saudade. E essa saudade como já não cabe no coração, escorre pelos olhos. Somos fortes, sim somos. Mas também somos Seres Humanos. Também sentimos. Podes dizer que não, podes espernear, mas digas o que disseres lembra-te que és um Ser Humano, logo tens sentimentos. E esses mesmos sentimentos nem sempre são positivos. Há a saudade, a mágoa. Existem tantos sentimentos negativos tanto positivos. E se devemos sorrir quando estamos felizes, porque não chorar quando estamos tristes? Porquê? Porque o sorriso é sinal de fortaleza? De coragem? Ora fiquem sabendo que chorar também! E prefiro mil vezes chorar e que essas lágrimas sejam verdadeiras do que sorrir e esse sorriso ser falso. Isso sim é sinal de coragem. Quem chora é corajoso. É forte o suficiente para demonstrar que sente.
E com isto não digo que quem sorri é fraco. Apenas digo que quem chora é tão forte quanto quem sorri!